Homem decapita cascavel, mas cabeça da cobra quase o mata

Por Metro Jornal

Um homem foi parar no hospital após ser atacado pela cabeça de uma cobra decapitada. Ele precisou tomar 26 doses de soro, devido a quantidade de veneno que recebeu na picada. O caso aconteceu no Texas, nos EUA.

Leia mais:
Tempo seco continua nesta semana em São Paulo; veja que cuidados tomar
Pessoas que odeiam malhar são mais inteligentes, diz estudo

Jeremy Sutcliffe estava em casa quando ouviu sua mulher, Jennifer, gritar no jardim. Ela tinha encontrado uma cascavel de 1,2 metro enquanto cuidava das plantas. Jeremy pegou uma pá e arrancou a cabeça da cobra, segundo o jornal The Washington Post.

Contudo, ao se aproximar do animal, cerca de 10 minutos depois, acabou sendo mordido pela cabeça da cobra. Isso aconteceu porque elas ainda são capazes de morder e injetar veneno por, no mínimo, uma hora, mesmo após a decapitação. E não é incomum em répteis: como são animais de sangue frio e com metabolismo mais lento, eles mantêm seus reflexos mesmo horas após a morte.

Jeremy foi socorrido por um vizinho enfermeiro. Ele teve que ir às pressas para um hospital, mas no caminho teve pequenas convulsões, começou a ter a visão afetada e acabou entrando em coma. Após o tratamento com 26 doses de soro, no Hospital Christus Spohn Shoreline, o quadro de Jeremy já é estável. A cobra foi identificada como uma cascavel diamondback ocidental.

É importante lembrar que, no Brasil, animais silvestres são protegidos pelo Ibama e é crime matá-los. Caso algum bicho desse tipo apareça em sua casa, o ideal é tentar espantá-lo sem matar; caso seja necessário remover, o melhor a se fazer é acionar o Corpo de Bombeiros através do telefone 193.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo