Brasil corre risco de ter retorno do sarampo e da poliomielite com força

Por Band News FM

O Brasil corre o risco de ter o retorno do sarampo e da poliomielite com força, caso crianças e adultos não sejam imunizados. Rondônia e Amazonas já têm mais de 400 casos de sarampo; há registros também no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul.

Em entrevista à Rádio BandNews FM, o diretor da Faculdade de Medicina do ABC, David Uip, afirma que é normal doenças infecciosas retornarem quando a vacinação é deixada de lado.

O ex-secretário de Saúde do Estado de São Paulo diz que os médicos têm até dificuldade para fazer o diagnóstico porque era algo que nem tinham mais contato.

David Uip classifica de "ato criminoso" as campanhas na internet contrárias à vacinação.

Segundo o médico infectologista, a dose é segura e um boicote contra a imunização é inaceitável.

Para o diretor da Faculdade de Medicina do ABC, quem não se lembra se recebeu ou não a vacina deve evitar riscos e se imunizar mesmo assim.

David Uip conta ainda que os cuidados não devem ser deixados de lado e destaca que a febre amarela, por exemplo, continua com alto número de casos no país.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo