Funcionária de hospital é detida no Reino Unido por morte de oito bebês

Por Estadão Conteúdo

Uma profissional de saúde foi detida nesta terça-feira, 3, suspeita da morte de oito bebês e a tentativa de assassinato de outros seis em uma unidade neonatal do hospital público de Chester, localizado no noroeste da Inglaterra.

Há mais de um ano detetives começaram a investigar as mortes de bebês no Hospital Countess of Chester, que registrava uma taxa de mortalidade infantil maior que a esperada na unidade para cuidados prematuros.

Nesta terça-feira, a polícia informou que apura a morte de 17 bebês entre março de 2015 e julho de 2016. Os problemas sofridos, no mesmo período, por outros 15 bebês que sobreviveram também estão sendo investigados.

O inspetor Paul Hughes disse que a prisão da suspeita foi um "avanço significativo" em uma "investigação complexa e sigilosa"

O diretor do hospital, Ian Harvey, afirmou que "Todo o possível deve ser feito para entender o que aconteceu e encontrar as respostas que todos do hospital e das famílias dos bebês aguardam ansiosamente".

Após o aumento das mortes, o hospital parou de atender partos com menos de 32 semanas de gravidez e encaminhou as mães para outras unidade.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo