Carnaval 2018: MP apresenta ação contra a Prefeitura de SP

Por Metro Jornal

O Ministério Público ajuizou nesta quinta-feira ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de São Paulo João Doria o atual prefeito, Bruno Covas, ambos do PSDB, e outras 13 pessoas e duas empresas por causa de irregularidades na realização do Carnaval de rua de 2018.

A promotoria entendeu que o município usou a modalidade incorreta para selecionar a empresa responsável pela festa, tornando “evidente a ausência da livre competição, da possibilidade de participação de outros interessados e da burla ao necessário processo de licitação”.

Entre as punições, a ação pede que Doria e Covas percam os cargos que estiverem ocupando e tenham os direitos políticos suspensos.

A prefeitura disse prestará todas as informações assim que for notificada e que o processo de escolha da organizadora do Carnaval “foi conduzido de forma regular e transparente”.   

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo