Após fuga de presídio de Marabá, 41 presos ainda não foram capturados

Por Agência Brasil

Dos 58 presos que escaparam do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes, em Marabá (PA), nesta terça-feira (26), 41 ainda estão foragidos. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do estado (Susipe), 15 presos foram recapturados nas últimas horas e dois morreram ao trocar tiros com policiais que tentavam impedir a fuga em massa.

A Polícia Civil e a Corregedoria-Geral Penitenciária da Susipe estão apurando as circunstâncias da fuga que, de acordo com a pasta, ocorreu por volta das 17h, durante a tranca das celas, quando um grupo de presos armados rendeu dois agentes prisionais, obrigando-os a liberar outros detentos.

Segundo a Susipe, a fuga contou ainda com apoio de um grupo armado que agiu do lado externo e que trocou tiros com os policiais militares que faziam a segurança do complexo penitenciário. Um policial foi baleado na perna e encaminhado para o Hospital Regional de Marabá, onde foi atendido e submetido a exames clínicos.

Inaugurado em 1996, o Centro de Recuperação Mariano Antunes tem capacidade para 180 presos, mas abriga 571. É uma das três unidades prisionais de Marabá, junto com a Central de Triagem Masculina e o Centro de Reeducação Feminino.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo