Preço do diesel segue sem desconto prometido

Por Metro Jornal

Três semanas após o final da greve dos caminhoneiros, o preço do diesel não teve a redução prometida pelo governo, de R$ 0,46, em acordo com a categoria. Segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo), o valor médio do combustível atingiu R$ 3,397 na última semana. Se comparado à semana anterior à greve, entre 13 e 19 de maio, o preço teve uma queda de apenas R$ 0,198. Já em relação à primeira semana de paralisação, de 20 a 26 de maio, quando os preços dos combustíveis começaram a subir como resultado do desabastecimento, a redução é de R$ 0,391.

O governo definiu o dia 21 de maio como referência para a comparação de preços.

A medida para garantir o desconto de R$ 0,46, por meio de subvenções que custarão R$ 13,6 bilhões aos cofre públicos, entrou em vigor 1º de junho. A estimativa da ANP para que a redução do preço chegasse aos consumidores era de até 15 dias. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, informou ontem que notificou as quatro principais distribuidoras de combustíveis do país (BR Distribuidora, Ipiranga, Raízen e Alesat) para esclarecerem a “suposta” ausência de repasse do desconto aos postos. As empresas terão um prazo de dez dias para apresentar notas fiscais e justificar por que os preços não refletem o desconto que receberam, subsidiado pelo governo.

Após esse período, estarão sujeitas a multa, que pode superar R$ 9 milhões. Além das medidas anunciadas, o governo conta ainda com que estados reduzam o preço de referência para o cálculo de ICMS sobre combustíveis para atingir o prometido, o que ainda não ocorreu de forma completa. Na semana passada, o diretor de planejamento estratégico da Plural, associação que representa as principais distribuidoras de combustíveis do país, Helvio Rebeschini, disse à “Reuters” que apenas os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo haviam cumprido os cortes.

Gasolina e etanol

A gasolina registrou média nos postos brasileiros de R$ 4,538 por litro na última semana, queda de 0,74% sobre a semana anterior, segundo a ANP. Já o etanol caiu 0,95% na última semana, para R$ 2,920 por litro

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo