Hemocentro da Santa Casa fecha em meio a campanha de doação de sangue

Por Rádio Bandeirantes

Em plena campanha "Junho Vermelho", que incentiva a doação de sangue – e na época em que tradicionalmente caem os estoques – o hemocentro da Santa Casa de São Paulo fechou as portas por três dias na semana passada.

Leia mais:
Motorista é demitido por uso indevido de carro do Governo
Repórter é assediada por homem durante link ao vivo na Copa do Mundo

O empresário Alejandro Pelegrini doa sangue há 30 anos e nunca tinha voltado para casa sem conseguir. Mesmo assim, por duas vezes foi recebido por uma porta fechada, com um aviso de que o local passava por uma manutenção. "Além de perder meu tempo, deixei de salvar vidas", lamentou Pelegrini.

Reinaldo Gomes, ouvinte da Rádio Bandeirantes e que leva grupos de doadores ao banco de sangue, se preocupa com os cadastros de medula óssea. "O hemocentro da Santa Casa é o único que cadastra doadores de medula na cidade. Com o fechamento, muitos vão deixar de se tornar doadores", disse Gomes.

Em nota, a instituição confirma a manutenção para "gestão dos estoques", mas nega que haja falta de insumos. O complexo hospitalar lembra que outros bancos de sangue na cidade também necessitam de doação. A Santa Casa de Misericórdia passa pela maior crise financeira da história.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo