Guia de sobrevivência ao inverno

Enfrente o frio! Dividindo opiniões e gostos, inverno começa hoje e o Metro Jornal traz previsão de temperaturas para os próximos meses, dicas de como se aquecer e ‘dar um rolê’, além de orientações para ajudar quem precisa de cobertor, agasalho e empatia

Por METRO ABC

Amado por uns e odiado por outros, o inverno começa a partir das 7h07 desta quinta-feira. O clima no ABC já estava com a cara da estação antes mesmo do seu início: casacos, luvas e cachecóis saíram do guarda-roupa ainda no outono.

No entanto, quem espera ainda mais frio nos próximos meses, pode ficar tranquilo. Sem nenhum fenômeno meteorológico, como El Niño ou La Niña, a temperatura não fugirá dos padrões para o inverno, a exemplo do que ocorreu no ano passado.

“As pessoas falam ‘se está fazendo esse frio no outono, imagina no inverno?’. Mas, na verdade, o frio mais intenso, quando as condições estão normais, acontece mesmo nessa época de fim de outono e início de inverno”, explica o meteorologista Alexandre Nascimento, da Climatempo.

Após as baixas temperaturas registradas no último final de semana, o tempo vai melhorar até domingo no ABC, de acordo com a previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Em São Bernardo, a máxima para hoje está em 25°C e a temperatura pode chegar a 27°C no sábado e domingo. A previsão é igual para Santo André e São Caetano. Conforme o Inmet, o clima predominante será de  sol entre nuvens no fim de semana.

Nascimento diz que a média de mínimas no inverno em São Paulo gira em torno de 12ºC e 13ºC e máxima de 21ºC e 22ºC. Já em agosto, as condições começam a mudar, segundo o meteorologista. Ele descreve os dias como “efeito cebola”: faz mais frio de manhã, fazendo as pessoas a saírem de casa mais agasalhadas, mas o clima ameniza com o passar das horas, levando a tirar parte das blusas de frio e no fim do dia esfria novamente.

No finzinho do inverno, antes mesmo de a primavera dar as caras, as temperaturas “vão subir, e bem”, completa Nascimento.

Nesta edição, trouxemos dicas de como se aquecer e “dar um rolê”, além de orientações para ajudar pessoas que precisam de agasalhos e cobertores.  

Doe as blusas que você não usa mais

A Campanha do Agasalho 2018 está a todo vapor. Aquela blusa de frio, cobertor ou qualquer outra peça de roupa que você não usa e está em bom estado pode aquecer quem precisa. São Bernardo possui cerca de 200 pontos de arrecadação, incluindo prédios públicos, lojas, restaurantes, entre outros estabelecimentos. A lista completa pode ser verificada no site www.saobernardo.sp.gov.br.

Santo André conta com 285 locais de arrecadação, incluindo os shoppings Atrium e ABC. A lista está disponível no site www.santoandre.sp.gov.br. Em São Caetano, o principal ponto de coleta é o prédio do Fundo Social de Solidariedade, na rua Antônio Bento, 140, no bairro Santa Paula, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30.

Como ajudar quem está na rua?

Quem mais sofre com as temperaturas baixas são as pessoas que não têm lar. Caso você veja algum morador de rua precisando de ajuda, pode entrar em contato com as prefeituras para buscar auxílio. Em Santo André, o número é o 4432-2182. A Prefeitura de São Bernardo informa que o ideal é entrar em contato com a GCM (Guarda Civil Municipal) por meio do 153. Em São Caetano, o número disponível é o 4228-8942, do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). As gestões municipais acrescentam que a retirada da rua não é feita sem o consentimento da pessoa.

Renove o guarda-roupa

Até domingo, o Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo, vai sediar a Feira do Circuito de Malhas. O evento deste ano conta com cerca de 100 expositores que trazem diversos modelos certeiros para o frio. Para entrar, é necessário desembolsar R$ 6 – de acordo com a organização, parte do dinheiro arrecadado será repassado ao Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer). A feira ocorre hoje e amanhã, das 14h às 21h e sábado e domingo, das 12h às 21h.

Uma sopa, por favor!

Frio combina com sopa e caldo para deixar o dia mais quentinho. Até o final de agosto, a Coop realiza o Festival de Sopas. São 16 sabores, como abóbora com carne seca e mandioquinha com provolone, para degustar na cafeteria da unidade localizada na avenida Industrial, 2.001, em Santo André. A porção custa, em média, R$ 17.

A Padaria Brasileira, com unidades em São Bernardo, Santo André e na capital, também está com 12 sabores de sopas. Dois são novos: creme de brócolis e nhoque de frango. O self service custa R$ 36,90. Os endereços estão no site www.padariabrasileira.com.br.

Saúde pede cuidados

Com a chegada do inverno, um alerta é ligado na área da saúde. Complicações clínicas como crises de asma e problemas cardíacos costumam aumentar na estação. As dicas dos médicos são se alimentar bem, tomar bastante água, fazer exercícios físicos com supervisão médica e bem agasalhado e evitar a utilização de roupas que estejam guardadas há muito tempo. Se cuide e tenha um inverno sem sustos.

Qual o rolê no frio?

Pegue sua jaqueta e aproveite o inverno fora de casa. Para quem gosta do friozinho, o ABC tem eventos que combinam com a estação. O Festival de Inverno de Paranapiacaba já tem data definida: dias 21, 22, 28 e 29 de julho. Atrações musicais ainda não foram divulgadas. Em Ribeirão Pires, o inverno é marcado pelo tradicional Festival do Chocolate, que ocorre em julho mas ainda não teve programação e dias divulgados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo