Copa do Mundo: bancos abrem mais tarde nesta sexta-feira

Por Metro Jornal

Estudantes, servidores públicos e até os transportes devem ter a rotina alterada pelo jogo da Seleção Brasileira nesta sexta-feira, às 9h.

Em primeiro lugar, atenção: a cidade deve ter menos movimento logo cedo, mas não é feriado. O rodízio vai ser implantado normalmente.

Alunos de escolas estaduais serão dispensados no turno da manhã. Nas escolas particulares e municipais, a decisão é de cada local –vale conferir hoje. Na USP, o expediente começa às 13h amanhã. As universidades particulares têm esquema próprio de cada uma.

Segundo a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), o jogo do Brasil vai ampliar o horário de pico e por isso haverá mais trens circulando e com intervalos menores, entre quatro e seis minutos. O reforço irá até as 13h, quando o volume de passageiros deve ser normalizado.

Haverá reforço também nas linhas de ônibus intermunicipais da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo): mais veículos devem circular entre 11h e 13h.

A SPTrans e o Metrô vão  monitorar a demanda em tempo real e, se for necessário, também podem ampliar a oferta de transporte.

O confronto com a Costa Rica vai alterar ainda o funcionamento das agências bancárias: segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) o atendimento será feito entre 13h e 17h, e não entre 10h e 16h, como ocorre tipicamente.

Apesar de decidirem autonomamente, os shoppings centers devem abrir as portas uma hora depois do fim do jogo.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo