Estados Unidos pode usar teste de DNA em crianças e imigrantes

Por Ansa

O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, anunciou nesta quarta-feira (20) que o governo considera usar testes de DNA para verificar a relação de parentesco entre as crianças e os seus pais que atravessaram ilegalmente a fronteira com o México.

"Sabemos, com certeza, que muitos adultos que trazem crianças com as quais não têm relação de parentesco, e podem ser traficantes", disse Sessions em uma entrevista ao presidente do Family Research Council, Tony Perkins.

Segundo o jornal "The New York Times", Sessions e o conselheiro do presidente americano, Stephen Miller, são os autores da política de tolerância zero contra os imigrantes do governo de Donald Trump.

Nesta semana, uma série de denúncias trouxe à tona a situação de mais de duas mil crianças que estariam em galpões e gaiolas de ferro, desacompanhadas de seus pais. Os menores de idade foram separados de seus familiares ao tentarem cruzar a fronteira dos EUA como imigrantes ilegais.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo