Espancamento: pais da menina Emanuelle vão a júri popular

Por Metro Jornal

O casal Phelipe Alves e Débora Moura, pais da menina Emanuelle, morta em março, vai a júri popular.

A morte aconteceu em Itapetininga (172km de SP). A menina de 5 anos foi levada para o hospital inconsciente e com hematomas. Os médicos suspeitaram dos pais e os denunciaram à polícia.

O pai assumiu que batia na filha como forma de educar. A mãe negou que tenha agredido a menina, mas o juiz entendeu que ela também não tentou defendê-la.

O casal vai ficar preso em Tremembé até o julgamento. Os advogados já anunciaram que vão entrar com recurso.  METRO

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo