Um dos brasileiros que assediou mulher na Rússia é policial militar

Por Metro Jornal

Um dos brasileiros que aparece no vídeo que circula das redes sociais mostrando assédio a uma mulher é policial militar. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Militar de Santa Catarina.

A nota afirma que um policial militar foi identificado com uma dos integrantes que aparecem no vídeo e reitera que "a corporação não corrobora com este tipo de atitude, que é incompatível com a profissão e o decoro da classe, previsto no Regulamento Disciplinar e no Estatuto da PMSC, independentemente de estar em período de férias, folga de serviço ou qualquer outra situação de afastamento, devendo, portanto, responder por suas atitudes".

Outro integrante do grupo já havia sido identificado: o advogado Diego Valença Jatobá, que foi secretário de Turismo de Ipojuca (PE).

O vídeo mostra torcedores brasileiros incentivando uma mulher – aparentemente russa – a repetir palavrões em português. As imagens estão gerando enorme repercussão nas redes sociais. Internautas acusam os brasileiros de assédio.

A OAB em Pernambuco divulgou uma nota de repúdio, assinada pelos presidentes Ronnie Preuss Duarte (da OAB/PE) e Ana Luiza Mousinho (da Comissão da Mulher Advogada).

No texto, a Ordem destaca: "causa vergonha para todos nós, brasileiros, e vai na contramão do atual contexto de luta contra a desigualdade de gênero".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo