Lei Seca: Autuações pelo Detran-SP crescem 322%

Por Metro Jornal

Quando a Lei Seca, que proíbe consumo de álcool antes de dirigir, completa dez anos, o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) divulgou balanço mostrando alta de 512% no total de carros fiscalizados e 322% nos motoristas autuados sob a regra.

O órgão informou ontem que o programa Direção Segura fiscalizou 12.746 veí- culos em 2013 e 78.009 em 2017. As autuações subiram de 1.226 no primeiro ano para 5.179 no ano passado. Mas a relação entre veí- culos parados nas opera- ções e motoristas autuados caiu em 2017.

De acordo com o Detran, em 2013, a cada 10,3 fiscalizações, uma autuação era feita. No ano passado, foram necessários em média 15 veículos parados para registrar cada autuação aplicada. Rodovias federais As rodovias federais do Brasil viram o número de autuações por embriaguez ao volante pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) mais do que dobrar em 10 anos da Lei Seca. Nos primeiros 12 meses de vigor da norma (junho de 2008 a maio de 2009) houve 15.520 notificações.

Agora, nos 12 meses mais recentes (junho de 2017 a maio deste ano), houve 36.196 casos, um aumento de 133% na década. Segundo o levantamento da PRF, os últimos 12 meses de Lei Seca registraram uma novidade: pela primeira vez, mais motoristas foram autuados por se recusar a fazer o teste do bafômetro do que após se submeter ao exame. Das 36.196 infrações de junho de 2017 a maio deste ano, em 19.200 (53% das ocorrências) o condutor não quis soprar o aparelho.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo