Febre amarela: mais três macacos morrem em diferentes regiões de São Paulo

Por Metro Jornal

A febre amarela continua vitimando macacos na capital. Em maio, três animais encontrados mortos foram confirmados como portadores do vírus que causa a doença.

Os macacos, dois saguis e um bugio, foram encontrados em São Domingos (zona oeste), Cangaíba (zona leste) e Parelheiros (zona sul). Até o momento são 159 animais mortos por febre amarela desde outubro de 2017, quando começou em São Paulo a campanha de imunização para humanos.

As mortes são indício de que o vírus ainda está circulando na cidade, apesar do tempo frio, o que diminui a atividade dos mosquitos transmissores.

A campanha de vacinação está distante da meta estabelecida de imunizar 95% da população. Segundo a Prefeitura, somente 6,6 milhões de moradores da capital foram vacinados, cobertura de 56,8%. “É imprescindível que quem ainda não se vacinou procure nossas unidades para estar protegido quando chegar o verão”, destacou Wilson Pollara, secretário municipal da Saúde.

As vacinas estão disponíveis nos postos de saúde até 30 de junho.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo