Ler um livro pode reduzir sua pena. Ler a Bíblia pode reduzir 66 vezes mais

Por Metro Jornal

Para quem está preso, ler um livro completo reduz em quatro dias o tempo total da pena. E se esse livro for a Bíblia, reduz 66 vezes mais – ou seja, 264 dias.

Leia mais:
Maioria dos brasileiros não tem interesse pela Copa
Parte da Raia Olímpica da USP está sem vidro

A lei que determina isso foi publicada nesta terça-feira (12), no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Embora ela seja sobre a remição por leitura de forma geral, a Bíblia é o único livro com regras específicas no texto.

O projeto havia sido vetado pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) em janeiro, por entender que esse seria um tema de competência federal e que não poderia ser instituída por lei estadual. Contudo, o veto foi derrubado pela Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) e agora foi sancionada pelo atual governador Márcio França (PSB).

Segundo a lei, a Bíblia reduz em 66 vezes porque é composta por essa quantidade de livros, sendo 39 no Velho Testamento e 27 no Novo Testamento.

Além disso, está previsto uma oficina de leitura, em que os presos produzirão resenhas sobre as obras lidas. Os autores dos livros também serão convidados para participar.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo