Emojis, aplicativos e iluminação incentivam doação de sangue em São Paulo

Por Fabíola Salani - Metro Jornal

Você já viu os símbolos dos tipos sanguíneos entre os emojis que pode incluir em postagens em redes sociais? Eles estão na aba símbolos e promover seu uso ao lado do nome do perfil, indicando que você pode doar sangue e qual o seu tipo, é uma das ações desenvolvidas por bancos de sangue para incentivar as doações.

“Hemoji” é o nome da campanha da Santa Casa, criada pela Y&R. Ao incluir o emoji ao lado do nome do perfil no Twitter ou no Instagram, seguido do símbolo de “+” ou “-”, a instituição quer incentivar a doação e também localizar mais rapidamente potenciais colaboradores quando há falta mais intensa de um desses tipos. A campanha já tem resultados concretos: a Santa Casa usa agora como peça o caso de uma usuária do Instagram que havia acrescentado seu tipo no perfil foi contatada pela equipe do hospital e, assim incentivada, realizou a doação –e a postou na rede.

Ela passou a integrar o 1,8% da população brasileira que doa sangue –a meta para manter os estoques em níveis estáveis é 3%.

Assembleia junho vermelho Assembleia está iluminada de vermelho para incentivar a doação de sangue / André Porto/ Metro

Neste mês de junho, em que se celebra o Dia Mundial do Doador de Sangue, o Movimento Eu Dou Sangue promove ações para incentivar a prática. E a iluminação de locais em vermelho, como a fonte do parque Ibirapuera e a Assembleia Legislativa, é uma delas –por iniciativa do movimento, esse é o Junho Vermelho.

“Uma pesquisa do ano passado do Datafolha mostrou que 92% dos entrevistados não tinham doado sangue nos 12 meses anteriores”, conta Debi Aronis, coordenadora do movimento.

A Fundação Pró-Sangue, que abastece mais de cem hospitais de São Paulo, informou que conseguiu normalizar por ora seu estoque, mas que dias frios, férias e Copa do Mundo são fatores que diminuem os candidatos. O órgão lembra que, para doar, é necessário ter se alimentado antes.

Aplicativo

Uma forma de agilizar o processo é marcar com antecedência. O aplicativo Time do Sangue, disponível em Android e iOS, mostra ao candidato os bancos de sangue mais próximos de sua localização e permite que ele agende sua doação.

Ele também recebe avisos de campanhas em curso, desabastecimentos mais graves e lembretes quando pode voltar a doar.

A ideia é também criar o hábito da doação. Que tal começar?

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo