Trump diz que tem poder de conceder perdão a si mesmo, mas que não fez "nada de errado"

Por Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que não cometeu nenhuma irregularidade, mas que tem o poder legal de conceder perdão a si mesmo, repetindo o argumento apresentado por seus advogados em documento enviado ao procurador especial que está investigando suspeita de ligação com a Rússia.

“Como foi declarado por diversos estudiosos jurídicos, eu tenho total direito de me perdoar, mas por que eu faria isso quando eu não fiz nada de errado? Enquanto isso, a interminável caça às bruxas liderada por 13 democratas muito irritados e confusos (e outros) continua até as eleições”, escreveu Trump em publicação no Twitter.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo