Prefeitura de SP diz que ainda é cedo para avaliar diminuir o preço da passagem

Por Band News FM

A Prefeitura de São Paulo afirma que tem conversado com as empresas de ônibus sobre o corte no preço do diesel, mas ressalta que ainda é cedo para avaliar uma eventual redução no valor da passagem.

Com a queda de R$ 0,46 preço do diesel, principal demanda dos caminhoneiros, ouvintes da BandNews FM questionaram se não seria possível baixar a tarifa dos coletivos na capital paulista; o combustível representa cerca de 20% do custo total das empresas.

Mas o secretário municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo afirma que é preciso aguardar.

Em entrevista à BandNews FM, João Otaviano explicou que o corte é temporário e alertou que a Prefeitura não pode transforar o valor da passagem em algo volátil: “aumenta o diesel, aumenta a passagem”.

A redução, determinada pelo governo federal, vale por 60 dias.

Daqui a dois meses, a Petrobras deve reajustar o combustível, mas com avaliações mensais e não mais diárias.

Atualmente, a passagem de ônibus em São Paulo custa R$ 4,00, sendo que o último aumento aconteceu no começo deste ano, reajuste de R$ 0,20.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo