Família de homem morto por policial nos EUA recebe R$ 15 de indenização

Um júri decidiu que nenhuma força excessiva foi usada e que Hill foi responsável por sua própria morte porque estava bêbado.

Por BBC Brasil

A família de um homem que morto a tiros por um xerife nos Estados Unidos recebeu US$ 4 (o equivalente a R$ 15) por danos após uma decisão judicial.

Gregory Vaughn Hill Jr, de 30 anos, foi baleado na garagem de sua casa em 2014 pelo policial no Condado de St. Lucie, na Flórida. O xerife foi ao local após uma queixa de barulho feita por vizinhos.

O corpo de Hill foi encontrado ao lado de uma arma descarregada, mas a família afirma que ele não estava segurando o artefato no momento em que foi baleado.

O processo sobre o caso foi decidido por um júri popular, que inocentou o policial da acusação de uso excessivo da força. A Justiça decidiu que Hill foi responsável por sua própria morte porque estava bêbado.

Sobre uma indenização à família, o júri concedeu US$ 1 à mãe pelos custos do funeral e US$ 1 para cada um de seus três filhos.

"É de partir o coração", disse a noiva de Hill, Monique Davis, ao jornal The New York Times. "Há muitas perguntas que eu quero fazer."

"Acho que eles estavam tentando insultar a família", acrescentou o advogado da família, John Phillips. "O que fazer com US$ 1? Essa foi a parte dolorosa."

Controvérsia

O advogado criou uma página para arrecadar fundos para a família e ajudar a cobrir o custo dos reparos causados ​​pelos tiros. Até agora, a campanha recebeu mais de US$ 7.000 em doações.

"O xerife Christopher Newman foi colocado em uma situação muito difícil", disse o departamento de polícia em um comunicado após o veredicto.

"Ele tomou a melhor decisão que pôde para a segurança de seu parceiro, ele mesmo e o público, dadas as circunstâncias que enfrentou."

Phillips diz que está preparando uma moção por um novo julgamento e entrará com um recurso caso o pedido seja negado.

©
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo