Bebê nasce com metade do coração e sobrevive a duas cirurgias de alto risco

Por Wellington Botelho

O pequeno Luke mostrou que veio ao mundo para lutar. O menino de Nashville (EUA) nasceu com uma síndrome que causa má formação no coração. Com poucas chances de sobreviver, ele passou por duas cirurgias cardíacas de alto risco pouco depois do nascimento.

A síndrome do coração esquerdo hipoplásico, um defeito congênito muito raro, leva a uma parte do coração que permanece muito subdesenvolvida ou que não existe. A doença foi descoberta pelos pais na 16° semana de gravidez.

Em dezembro, Linda Pilkinton deu à luz a Luke. Uma semana depois, o menino passou pela primeira cirurgia. "Passei doze horas na sala de espera, desamparado e sem esperança. Quando tudo acabou, ficamos muito felizes. Eu poderia respirar. Fiquei muito animada por ele ter sobrevivido", disse mãe à revista People.

Em março, os médicos conseguiram restaurar o fluxo sanguíneo para os pulmões em novo procedimento. O pequeno Luke se recupera em casa com seus pais agora. Ao completar três anos, ele precisará passar por um nova cirurgia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo