Temer aceita reivindicações e reduz R$ 0,46 do litro do diesel

Por Estadão Conteúdo

O governo federal cedeu mais uma vez aos caminhoneiros e anunciou um pacote de medidas que atende à maioria dos pontos reclamados pelos motoristas. Com as medidas, o preço do litro do diesel cairá R$ 0,46 na refinaria – valor próximo do pedido que citava valores entre R$ 0,40 e R$ 0,60. Além disso, o desconto aplicado inicialmente será mantido por 60 dias, o dobro do prazo inicialmente prometido. Após esse período de 60 dias, os reajustes passarão a ser mensais.

"Essa redução corresponde aos valores do PIS/Cofins e da Cide somados. Para somar esses 46 centavos, o governo está assumindo sacrifícios no Orçamento", disse o presidente Temer em pronunciamento no Palácio do Planalto.

Além do custo de redução dos impostos, o governo também arcará com eventuais prejuízos da Petrobras. "Obviamente, vamos honrar sem nenhum prejuízo para a Petrobras. A Petrobras recuperou-se nos últimos dois anos e não é possível criar dificuldade operacional ou de recursos", disse Temer.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo