Prefeito de SP garante combustível para serviços essenciais e descarta feriado nesta 2ª

Por Band.com.br

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, descartou neste domingo (27), a possibilidade de decretar ponto facultativo ou feriado na cidade na próxima segunda-feira (28) por conta da falta de combustível em decorrência da greve dos caminhoneiros.

Em entrevista à imprensa ele afirmou que não falta combustível para os veículos que trabalham para serviços essenciais da cidade. Segundo o prefeito, esses veículos estão sendo abastecidos em três postos exclusivos que foram providenciados pela Prefeitura.

Leia mais:
Bloqueios em rodovias paulistas registram queda de 77,7%, diz governo
Petroleiros convocam greve de 72 horas por redução dos preços dos combustíveis

Com isso, segundo Covas, apenas três serviços contam com algum tipo de risco de funcionamento: a coleta seletiva de lixo, que no momento está suspensa; a circulação de ônibus, que opera com 100% da sua frota neste domingo, mas segunda só deve ficar entre 60% e 80%; e o abastecimento de merenda escolar e gás de cozinha, que só estão garantidos até segunda.

Covas afirmou que a Prefeitura tem buscado combustível para que o abastecimento de merenda e gás possa continuar funcionamento normalmente também na terça-feira e nos demais dias. "Temos, inclusive, escolta para buscar mais combustível, gasolina, álcool ou diesel, para todos os veículos da cidade que prestam serviços essenciais", disse.

O prefeito informou também que acabou de assinar decreto que suspende restrições da circulação de caminhões pela cidade durante a semana.

Ele afirmou também que a Prefeitura está à disposição do governo do Estado para colaborar. Ele ainda destacou que o Hospital das Clínicas pede aos cidadãos que colaborem com doações de sangue, pois o estoque "está baixo".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo