Ator é condenado por estupro e pornografia infantil em São Paulo

Por Metro Jornal

Cyro Ramos Nogueira Filho, um ator de 54 anos, foi condenado, na quarta-feira (23), a 95 anos e dois meses de prisão por estuprar crianças e adolescentes e compartilhar material de pornografia infantil em sites estrangeiros.

O acusado foi um dos alvos da segunda fase da Operação Glasnost, que investigou a troca de conteúdos de exploração sexual infantil em um site russo. Na época, o ator foi preso em flagrante, e permaneceu detido desde então.

De acordo com o G1, no imóvel do ator, no Guarujá, litoral sul de São Paulo, foram apreendidos celulares, computadores e fotografias de menores de idade. Ao todo, teriam sido encontrados mais de 30 mil arquivos ilícitos.

Nogueira Filho negou as acusações e disse que utilizava o site para atrair pedófilos, que, depois, seriam denunciados à polícia. Ele alegou ainda que parte do material não seria dele, mas de um inquilino.

A condenação, feita pelo juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara Federal de Santos, impediu o ator de responder aos crimes em liberdade e também estabeleceu uma multa pelos crimes. Ainda cabe recurso.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo