Maia coloca nas mãos do governo decisão que pode encerrar a greve

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

O presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia colocou nas mãos do governo a decisão que pode encerrar a greve dos caminhoneiros.

Embora o Planalto diga que não tem como pagar a conta, o presidente da Câmara defende a proposta que zera o PIS/Cofins sobre o diesel até o fim do ano.

 Essa é a condição imposta pelo movimento para encerrar a paralisação, que tantos transtornos está causando país afora.

Aprovado pela Câmara, o projeto precisa passar também no Senado, e Rodrigo Maia diz que o governo tem, sim, como arcar com esse custo.

Segundo deputado, que é pré-candidato à presidência da República pelo DEM, outra reivindicação dos caminhoneiros será atendida pela Câmara.

Deverá ser votada na semana que vem o projeto de lei do transporte de carga, que regulamenta o setor.

Maia foi entrevistado com exclusividade na Rádio Bandeirantes por José Luiz Datena.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo