Orientação é priorizar ônibus intermunicipais em horários de pico, diz EMTU

Por BandNews FM

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) divulgou um novo balanço sobre as operações dos ônibus intermunicipais que estão sendo afetadas pelos protestos dos caminhoneiros.

A categoria paralisou as atividades por causa do alto preço do óleo diesel, o que leva à falta de combustíveis.

De acordo com a nota, a orientação de priorizar a operação nos horários de pico e nas linhas onde há maior número de passageiros transportados.

Nesta quinta-feira (24), na Região Metropolitana de São Paulo, as quatro concessionárias operaram com aproximadamente 80% da frota por volta das 17h. Na região do ABC, o índice é de 90% da frota total.

Segue a nota completa da EMTU:

Greve dos caminhoneiros afeta linhas metropolitanas na RMSP na tarde desta quinta-feira, 24 de maio

Devido à greve dos caminhoneiros autônomos nos últimos dias, a EMTU/SP informa que as empresas de ônibus metropolitanos estão enfrentando problemas de abastecimento.

Na Região Metropolitana de São Paulo, as quatro concessionárias estão operando com aproximadamente 80% da frota no pico da tarde desta quinta-feira, 24/05. Na região do ABC, as permissionárias estão operando com cerca de 90% da frota total.

A Região Metropolitana de São Paulo conta com 4.300 ônibus que operam em cerca de 550 linhas, transportando diariamente 1,7 milhão de passageiros.

A EMTU/SP continua acompanhando a situação nas garagens das concessionárias e permissionárias, com a orientação de priorizar a operação nos horários de pico e nas linhas onde há maior número de passageiros transportados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo