Veja a surpreendente recuperação da mulher que foi queimada viva

Por Wellington Botelho

A australiana Dana Vulin, 30 anos, é um exemplo surpreendente de recuperação. Vulin quase morreu, em 2011, depois de ter o corpo queimado por uma mulher ciumenta que a viu conversando com o marido.

A australiana teve queimaduras em 64% do corpo e ficou em estado grave. Já se passaram seis anos da tragédia, e Dana exibe um novo rosto. Foram necessárias várias cirurgias para a difícil recuperação.

Vana Reprodução/Facebook

Apesar dos graves problemas, ela decidiu lutar. "Suicídio para mim não era uma opção. Pensei que morrer seria mais fácil, mas queria ver meus sobrinhos crescerem”, disse ela ao programa britânico Loose Women. "Obviamente eu tenho cicatrizes, mas agora sou tão singular por dentro quanto por fora", continuou.

Dana foi queimada por Natalie Dimitrovska, dentro de seu próprio apartamento. A agressora foi condenada a 17 anos de prisão.

Biografia

Para contar detalhes de sua história, a ela lançou um livro. "Dana Vulin – Worth Fighting For" conta toda a trajetória de recuperação da australiana .

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo