Lei proíbe fogos de artifício que fazem barulho em São Paulo

Por Metro Jornal

O prefeito Bruno Covas (PSDB) sancionou um projeto de lei que proíbe a soltura de fogos que produzam ruído na cidade de São Paulo.

De autoria dos vereadores Mário Covas Neto (Pode), Abou Anni (PV) e Reginaldo Tripoli (PV), a proposta pretende “evitar o mal-estar causado a idosos, crianças e animais domésticos” pelo barulho dos fogos.

No entanto, a prefeitura informou que ainda não sabe como fará a fiscalização do cumprimento da lei. Ela será regulamentada pelo Poder Executivo dentro de 90 dias.

A multa para quem for flagrado manuseando, queimando ou soltando fogos na capital será de R$ 2 mil – em caso de reincidência, o valor será cobrado em dobro. Os fogos que produzem apenas efeitos visuais continuam permitidos.

O texto do projeto, que já havia passado em segunda votação na câmara no início do mês, deve ser  publicado hoje no Diário Oficial da cidade.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo