Greve dos caminhoneiros: aeroporto de Brasília limita pousos por falta de combustível

Por Estadão Conteúdo

Em meio a contingenciamento nas reservas de combustível, o Aeroporto de Brasília informou que somente pousarão no terminal as aeronaves com capacidade de decolar sem necessidade de abastecimento. Segundo a concessionária Inframerica, o nível da reserva é insuficiente para manter a operação regular.

"A Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília, informa que o combustível para aviação é insuficiente para a manutenção da operação regular do terminal aéreo", divulgou a concessionária, por meio de nota. "Como medida, somente pousarão no Aeroporto de Brasília aeronaves com capacidade para decolar sem a necessidade de abastecimento no Terminal brasiliense."

O aeroporto sofre com desabastecimento desde terça-feira, 21. A frota que traz o querosene de aviação utilizado pelo terminal para reabastecer as aeronaves está detida no entorno do Distrito Federal. Na noite passada, apenas quatro veículos chegaram no terminal, cada um deles com 60 mil litros do combustível.

"É fundamental a liberação dos caminhões para normalizar o atendimento no aeródromo", alerta a Inframerica. Segundo a concessionária, a decisão de limitar os pousos foi tomada em conjunto com as companhias aéreas, empresas de fornecimento de combustível e órgãos responsáveis durante reunião nesta tarde.

Mais cedo, o terminal alertou que as reservas de querosene de aviação estavam passando por contingenciamento e poderiam acabar até o fim da tarde desta quarta-feira, 23.

Apesar das medidas, até às 17h não havia registro de atrasos ou cancelamentos decorrentes da restrição de combustível.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo