Saiba onde Santo André vai concentrar serviços para os idosos

Por Cadu Proieti - Metro Jornal ABC

A Prefeitura de Santo André, na Grande São Paulo, promete reunir todos os serviços de saúde voltados aos idosos em um só lugar. E a ideia é que eles sejam realizados na Vila Luzita, mais especificamente no hospital que está em construção na esquina entre a avenida São Bernardo do Campo e a rua dos Cocais.

A novela para construção do complexo hospitalar já se arrasta há cerca de sete anos, desde que a obra foi iniciada pelo então prefeito Aidan Ravin (na época PTB, hoje no PSB), em 2011. No mês passado, o prefeito Paulinho Serra (PSDB) assinou a ordem de serviço para retomada das intervenções no prédio, que estavam paradas há cerca de dois anos.

Em entrevista ao Metro Jornal, o chefe do Executivo municipal explicou que o futuro equipamento deve concentrar todos os serviços de saúde voltados aos mais velhos. “Vai ser um hospital com leitos para pacientes crônicos, que deve desafogar a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do CHM (Centro Hospitalar Municipal). Mas também vamos levar para lá os programas para idosos que temos na rede municipal. São vários, que estão espalhados. Como temos o Hospital da Mulher, a ideia é centralizar o serviço para a terceira idade na Vila Luzita”, disse o prefeito.

O novo hospital contará com quatro pavimentos, 66 leitos e terá farmácia, enfermagem, terapia ocupacional, UTI com nove leitos, serviço social, fonoaudiologia, fisioterapia convencional e respiratória e acupuntura.

O equipamento está credenciado para ser uma unidade  de retaguarda, ou seja, receberá apenas pacientes que necessitam de internação de longa permanência e não terá portas abertas para pacientes em urgência ou emergência.

Para o prefeito, o perfil do  espaço ajudará a receber os outros serviços para a terceira idade. “Na verdade, hospital de retaguarda é para pacientes crônicos, e 90% dos pacientes crônicos da rede municipal hoje são idosos. Então, a gente quer trazer para esse local todos os programas voltados para a terceira idade, como o PID (Programa de Internação Domiciliar)”, afirmou.

Inauguração deve ser em abril de 2019

Na assinatura da ordem de serviços para retomada das obras do Hospital Vila Luzita, o prefeito Paulinho Serra (PSDB) afirmou que a previsão é inaugurar o novo complexo hospitalar da cidade em abril de 2019, possivelmente dentro do calendário do aniversário da cidade do próximo ano.

Iniciado em 2011, pelo então prefeito Aidan Ravin, o projeto tinha como previsão inicial de entrega o primeiro trimestre de 2012, mas sofreu com paralisações na obra. O custo também aumentou: orçado inicialmente em R$ 3,5 milhões, o hospital custará R$ 7,5 milhões.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo