'Deus te ama do jeito que você é", diz Papa a homossexual

Por Ansa

"Deus te fez assim e te ama assim. O Pai te ama assim, e você deve estar feliz do jeito que você é." Essas foram, segundo Juan Carlos Cruz, vítima de um padre pedófilo no Chile, as palavras do papa Francisco quando ele confessou ao Pontífice que é homossexual.

A revelação foi feita em entrevista ao jornal espanhol "El País", quando o chileno comentou o encontro dele e de outras duas vítimas de pedofilia, James Hamilton e José Andrés Murillo, com o Papa no Vaticano, no início de maio.

Cruz foi abusado pelo padre Fernando Karadima, pivô de um escândalo que culminou na renúncia coletiva de todo o episcopado do Chile, na semana passada, após uma cúpula a portas fechadas com Francisco.

Segundo seu relato, Cruz teve suas denúncias desacreditadas pela Igreja Católica pelo fato de ser homossexual. "Juan Carlos, o fato de você ser gay não importa. Deus te fez assim", respondeu o Papa durante a reunião com o sobrevivente. O Vaticano não confirmou nem desmentiu as informações do chileno.

Se de fato ocorreu, essa declaração de Jorge Bergoglio representa uma postura inédita de um líder da Igreja Católica perante a homossexualidade – e surpreendente até mesmo para um Pontífice que já dissera "Quem sou eu para julgar?", ao falar sobre gays.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo