Veja como foram os últimos minutos do voo MH370 da Malaysia Airlines, de acordo com especialistas

Por Wellington Botelho

Os passageiros do voo MH370 da Malaysia Airlines estavam inconscientes devido a despressurização da aeronave, afirmaram especialistas durante o programa de TV australiano “60 Minutos”. O Boeing 777, com 239 pessoas, desapareceu quando fazia um voo de Kuala Lumpur para Pequim em março de 2014.

O piloto do avião, Zaharie Ahmad Shah, ainda teria feito uma manobra não autorizada para sobrevoar a cidade onde nasceu (Penang, Malásia). O transponder (equipamento que segurança) já estava desligado neste momento.

O programa australiano concluiu que muitas das pessoas que estavam no voo provavelmente não viram o momento da morte. Elas ficaram desacordadas pela falta de oxigênio, devido a despressurização do Boeing, que segundo eles, teria sido intencional.

Suicídio do piloto

Acredita-se que a tragédia foi causada pelo suicídio de Zaharie. "Ele suicidou-se. Infelizmente, ele estava matando todos os outros a bordo, e fez isso deliberadamente", afirmou o especialista em acidentes aéreos, Larry Pence.

Capitão Zaharie Amad Shah Capitão Zaharie Amad Shah / Reprodução

Ainda de acordo com os entrevistados, há evidências de que o piloto cuidadosamente manobrou o avião para evitar a detecção dos radares.

Veja a íntegra do programa: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo