Smartphone superaquecido teria causado tragédia da EgyptAir

Por Wellington Botelho

O acidente do voo 804 da EgyptAir, que caiu no Mar Mediterrâneo, teria sido causado por um produto superaquecido da Apple, informou o site TMZ. A tragédia matou 66 pessoas em 19 de maio de 2016.

Familiares das vítimas alegam que o superaquecimento de um iPhone 6S ou iPad mini seria responsável pelo incêndio no cockpit. De acordo com as investigações, o fogo foi responsável por derrubar a aeronave.

No entanto, alguns especialistas questionam a teoria. Ainda assim, as famílias acreditam que há provas suficientes para responsabilizar a Apple pelas mortes. A empresa está sendo processada pela tragédia.

Ainda de acordo com o site, Apple EgyptAir não se pronunciaram sobre as informações.

EgyptAir Reprodução
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo