Defesa Civil libera dois prédios após tragédia no largo do Paissandu

Por Metro Jornal

Dois dos cinco prédios do largo do Paissandu que estavam interditados desde a queda do edifício Wilton Paes de Almeida foram liberados pela Defesa Civil municipal e já podem ser reocupados pelos moradores e inquilinos.

Foram liberados os prédios dos números 132 e 138 do largo, que ficavam ao lado do “prédio fino”, localizado na rua Antônio de Godói, 8 e 26, em frente ao edifício que caiu. Apesar de liberados para os inquilinos, os prédios estavam com a energia desligada pela manhã.

Em nota, a Eletropaulo informou que já restabeleceu a energia nos prédios liberados e também em edifícios do entorno que não haviam sido interditados, como o Itapeva, na rua Antônio de Godói, 52.

O prédio em frente, que foi atingido pelas chamas do incêndio, a Igreja Evangélica Luterana, parcialmente destruída na queda do Wilton Paes de Almeida, e o edifício Caracu, vizinho ao prédio que caiu, também permanecem sob interdição da Defesa Civil. A prefeitura  informou que eles “só serão desinterditados após os proprietários apresentarem os laudos necessários na Prefeitura Regional da Sé.”

Após a limpeza ser concluída, tapumes serão instalados no local da tragédia.

prédios centro

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo