Cúmplice de bandido morto por mãe PM é liberado após prestar depoimento

Por band.com.br

O cúmplice do bandido morto pela cabo da policial militar Kátia Sastre durante tentativa de assalto em frente a uma escola em Suzano, na Grande São Paulo, foi liberado após prestar depoimento à Polícia Civil nesta terça-feira, 15.

Suspeito foi preso na noite da última segunda-feira, em Poá, também na Grande SP, ao lado do advogado, após a esposa ligar para o 190 – a pedido do marido – para dar queixa de roubo de um veículo.

No depoimento, o comparsa alegou não saber da intenção do colega, que morreu depois de ser baleado pela PM. Kátia participava de uma festa de Dia das Mães na escola das duas filhas.

O caso

O bandido levou dois disparos da policial – no peito e na perna – ao tentar realizar um arrastão em um grupo de pais na entrada na entrada de uma escola particular no Jardim dos Ipês, em Suzano.

O ladrão aproveitou o momento anterior à abertura dos portões do Colégio Ferreira Master para anunciar o assalto. Porém, enquanto o homem começa a revistar um segurança do colégio, que estava sob a mira de sua arma, a policial militar sacou a pistola e atirou contra o agressor. Ao ouvir os disparos, pelo menos cinco mães presentes na situação pegaram os filhos e saíram de pressa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo