Cachorro que esperava por dono há 2 anos em porta de hospital morre atropelado

Por Metro Jornal

Um cachorro que esperava pelo dono há 2 anos foi atropelado na manhã desta terça-feira (15). Negão Cardoso, como era conhecido, não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele passou os últimos meses na porta do Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú (SC), na expectativa de reencontrar o dono.

Leia mais:
Homem vai trabalhar a cavalo em protesto contra aumento da gasolina
A triste reação de um cachorro de rua que teve sua casa queimada

Seu companheiro, um catador de papelão, também foi atropelado pelas ruas da cidade e acabou morrendo. Antes de falecer, o dono tinha sido levado para o pronto-socorro em uma ambulância; Negão acompanhou o carro e nunca mais saiu da porta do hospital.

"O dono morreu, e as enfermeiras se arrependem de não terem mostrado morto para ele. Esses anos todos (ele ficou) na esperança de o dono estar lá dentro. Dormia no papelão ali fora", disse a fundadora da ONG Viva Bicho, Beatriz Machado ao jornal Extra.

Beatriz afirmou ao Extra que ele estava tomando sol no estacionamento do hospital, quando foi atingido por um motorista que não o viu. Ela disse que a organização sempre levava comida, cobertor e comida ao animal. Algumas pessoas já tinha tentado adotar Negão, mas ele tinha ficado fechado em uma garagem e acabou fugindo de volta para o hospital.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo