Desaparecimento do avião MH370 da Malaysia Airlines teria sido planejado

Por Wellington Botelho

O voo MH370 da Malaysia Airlines parece ter "desaparecido" deliberadamente, afirmaram especialistas aéreos em um programa de TV australiano. O Boeing 777, com 239 passageiros e tripulantes a bordo, desapareceu quando fazia um voo de Kuala Lumpur para Pequim em 2014.

Há evidências de que o capitão Zaharie Amad Shah cuidadosamente manobrou o avião para evitar a detecção. "Isso foi planejado, isso foi deliberado e foi feito durante um longo período de tempo", disse o ex-chefe do Departamento de Segurança de Transporte da Austrália, Martin Dolan.

O instrutor do Boeing 777, Simon Hardy, também disse que o capitão parece ter voado deliberadamente ao longo da fronteira da Malásia com a Tailândia, "entre" a cobertura de radar dos dois países. A medida implica no controle aéreo do avião.

Destroços da aeronave

Apesar das extensas buscas dos governos da Malásia, Austrália e China, o avião ainda não foi encontrado. As buscas foram suspensas em janeiro de 2017. Mas, um ano depois, uma empresa americana foi recrutada para procurar o avião. O pagamento é garantido apenas se os destroços forem encontrados.

Três pedaços de destroços foram arrastados para as ilhas do Oceano Índico e encontrados em buscas anteriores. Acredita-se  que  os pedaços sejam do avião MH370.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo