Bandeira dos EUA é queimada por deputados iranianos

Por Ansa

Um grupo de deputados iranianos ateou fogo nesta quarta-feira (9) à uma bandeira dos Estados Unidos, durante sessão na sede do Parlamento do Irã, para protestar contra a decisão do presidente Donald Trump de romper o acordo nuclear com o país.

Gritando "morte à América", os parlamentares também queimaram um pedaço de papel representando o tratado firmado em 2015 pelo ex-chefe de Estado norte-americano Barack Obama.

A canção "a morte para a América" tem sido usada há muito tempo no Irã, desde sua revolução islâmica em 1979. Também era comum ouvi-la no parlamento. A demonstração de hoje mostra a ira pública que cruza o Irã depois da decisão de Trump.

O presidente do parlamento iraniano, Ali Larijani, chamou a retirada dos EUA do acordo nuclear de "bullying" e ressaltou que o país receberá do Irã uma resposta que vai se arrepender.

"A União Europeia e outros parceiros no acordo nuclear são agora responsáveis por salvar o tratado", enfatizou Larijani, ressaltando que "esta é uma janela através da qual a UE pode mostrar se tem peso suficiente para resolver problemas internacionais ou não".

Outros deputados saudaram com entusiasmo a queima da bandeira: "Vocês incendiaram o JCPOA (sigla em inglês do pacto) e nós queimamos a bandeira de vocês".

O gesto simbólico ocorre um dia depois de Trump anunciar a saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã e outras seis nações, além de voltar a impor novas sanções econômicas contra o Teerã.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo