IML diz que ossos encontrados em escombros de edifício são de homem adulto

Ossada encontrada em escombros foi analisada de modo preliminar. Restos mortais ainda terão o DNA confrontado

Por Metro Jornal

São de um adulto do sexo masculino os fragmentos de ossos encontrados pelo Corpo de Bombeiros nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, que era ocupado por famílias sem-teto e pegou fogo e desabou na madrugada do feriado de 1º de Maio, no largo do Paissandu, no centro de São Paulo.

A conclusão, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, está em análise preliminar realizada pelo IML (Instituto Médico Legal). Os ossos serão confrontados com o material genético de parentes dos desaparecidos para tentar identificar a vítima.

Titular da pasta, o secretário Mágino Alves afirmou que os ossos foram localizados em pontos distintos, mas na mesma área e um pouco espalhados, o que sugere que os restos mortais possam ser de mais de uma pessoa. Também foram encontrados um anel dourado e brinquedos.

Mais cedo, os bombeiros chegaram a dizer que parte dos restos mortais aparentava ser de criança, mas o secretário afirmou depois que ainda era cedo para conclusões.

As equipes acreditam que os ossos estavam no que seria o sétimo andar do prédio, área em que moravam alguns dos desaparecidos e onde poderiam estar outras pessoas que não conseguiram escapar do incêndio.

Oficialmente, as equipes de resgate buscam por sete vítimas. O último procurado entrou na lista. Trata-se de Francisco Dantas, 56, que era morador do prédio havia apenas um mês. Até agora, uma única morte foi confirmada. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo