Café da Starbucks poderá ser vendido em cápsulas; entenda

Por Ansa

A empresa suíça Nestlé fechou nesta segunda-feira (7) um acordo avaliado em US$7,15 bilhões para vender produtos com a marca da rede de cafeterias Starbucks em todo o mundo.

O proprietário da Nescafé e da Nespresso terá o direito de comercializar o café da marca, que, com suas atividades, gera quase US$2 bilhões por ano em vendas. A medida reforça a posição da Nestlé como a maior empresa de café do mundo.

No entanto, o nome da Nestlé não aparecerá nos produtos da Starbucks e nenhuma das cafeterias da Starbucks ou produtos prontos para beber estão envolvidos no acordo.

Entretanto, a Nestlé poderá vender café da marca em cápsulas individuais, além de ampliar a comercialização de café em grãos e moído da Starbucks, em supermercados.

Segundo o diretor geral do grupo suíço, Mark Schneider, "esta operação é uma etapa importante para nossas atividades de café, a categoria de maior crescimento da Nestlé".

Para ele, "as duas empresas têm uma autêntica paixão pelo café excepcional e estão orgulhosas de serem reconhecidas como líderes globais pela procedência responsável e sustentável de seu café".

No ano passado, a Nestlé pagou cerca de US$ 425 milhões por uma participação de 68% na Blue Bottle Coffee, empresa sediada na Califórnia que vende café a clientes online e possui várias lojas nos EUA e no Japão.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo