Fogos de artifício barulhentos serão proibidos em São Paulo; entenda

Por Fred Lopes

A Câmara dos Vereadores de São Paulo aprovou em segunda votação nesta quinta-feira (3) um projeto de lei que proíbe bombinhas e fogos de artifício que fazem muito barulho na capital paulista. O texto segue agora para a sanção ou veto do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Leia mais:
Vai soltar fogos de artifício na virada? Então fique atento aos cuidados para evitar acidentes
Cadela se assusta com fogos e cai da sacada de prédio

Caso sancionado, ficará proibida a fabricação, comercialização ou queima de fogos de artifício ou qualquer outro tipo de artefato pirotécnico de efeito sonoro ruidoso, em ambientes públicos, privados, abertos ou mesmo fechados. Fogos de efeito unicamente visual ou de barulho de baixa intensidade, contudo, seguem sendo permitidos.

Em caso de descumprimento, uma multa será aplicada, no valor de R$ 2 mil. Em caso de repetição, a multa é dobrada; a partir da segunda reincidência, o valor passa para a casa dos R$ 8 mil.

O projeto de lei nº 97/17 é de autoria dos vereadores Reginaldo Trípoli (PV), Abou Anni (PV) e Mário Covas Neto (Podemos).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo