Professor é preso por suspeita de pedofilia em SP

Por Metro Jornal

Um professor de física foi preso nesta quinta-feira (3), suspeito de abusar sexualmente de meninas de 8 a 10 anos. Ele trabalha no Instituto Técnico de Barueri, na Grande São Paulo. De acordo com a polícia, ele confessou os crimes. Sua namorada, que é cuidadora de crianças, também foi presa acusada de filmar os estupros.

As imagens foram apreendidas pela Delegacia de Combate à Pedofilia, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

A investigação da polícia começou quando um pendrive foi inviado à delegacia. No conteúdo havia cenas de abuso contra três crianças. A delegada responsável pelo caso, Kelly Cristina Sacchetto de Andrade, afirmou que as meninas eram dopadas com Dormonid, que ele misturava com leite e achocolatado.

Ao menos 5 vítimas já foram localizadas. Uma delas relatou que foi levada à casa do professor e que, após começar a ver um filme, dormiu e só acordou no dia seguinte, sem saber o que houve.

Em nota, a Fundação Instituto de Educação de Barueri, à qual o instituto está vinculado, informou que instaurou processo administrativo interno e afastou o professor.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo