O caso aterrorizante de um pai que estava à beira da morte por "comer as unhas"

Por Wellington Botelho

A maioria de nós já mordeu nossas unhas e cortamos aqueles pequenos pedaços que se destacam. Um costume que acreditamos não ter riscos, porém, que é mais perigoso do que parece.

Luke Hanoman, um pai de 28 anos, ficou à beira da morte por "comer as unhas". O homem, segundo informações coletadas pelo jornal inglês The Mirror, começou com problemas de saúde uma semana depois de fazer o costume ato irregular.

Luke  afirmou estar um pouco nervoso e por isso “comeu as unhas”. "Um dia eu mordi a pele do lado da minha unha. Doeu um pouco, mas não pensei em nada. Eu estava trabalhando a semana toda e comecei a ter sintomas semelhantes aos da gripe, que pioraram gradualmente”, disse.

Ao chegar ao hospital, os médicos asseguraram que "ele tinha sorte de estar vivo”.  O homem tinha linhas vermelhas por todo o corpo, um sinal claro de que uma infecção estava se espalhando por seu sangue, além de uma temperatura corporal muito alta.

Depois de roer as unhas, a ferida se infectou e essa infecção começou a contaminar seus órgãos.  Luke teve sorte ao sobreviver. Ele passou quatro dias no hospital, onde foi tratado com antibióticos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo