Mato alto e poda tiram o sono do morador de São Bernardo

Por Vanessa Selicani / Metro ABC

“Está tudo cheio de mato e lixo nas calçadas”, reclama a dona de casa Suzete Chaves Natalino, 65 anos. A moradora do Rudge Ramos, em São Bernardo, endossa o número de 1.153 queixas de falta de capina e de poda nas árvores das vias públicas da cidade entre janeiro e abril deste ano.

Os serviços são os mais reclamados na zeladoria no período, com média de 10 solicitações por dia. Eles ultrapassam as solicitações sobre buracos de rua, na liderança em 2017 e 2016. As queixas são recebidas pelo VcSBC – Zeladoria Urbana Participativa, sistema que desde 2015 concentra os pedidos. O ranking dos temas que mais tiram o sono do morador de São Bernardo foi conseguido via Lei de Acesso à Informação.

Capina e poda eram realizadas até o ano passado pelo consórcio SBC Valorização de Resíduos, responsável pela limpeza da cidade. Mas após desentendimentos com a prefeitura, o contrato anterior foi rompido em comum acordo. A empresa continua a atuar, mas com contrato emergencial, que vence em julho. Até lá, a prefeitura precisa contratar nova empresa.

A SBC Valorização disse que o novo acordo excluiu poda e capinagem de sua responsabilidade. A prefeitura confirmou que os serviços foram readequados desde o rompimento. A administração disse aguardar decisão do TCE (Tribunal de Contas do Estado) para o prosseguimento da licitação, que dará cara nova aos serviços de zeladoria.

Eletropaulo

A concessionária também é responsável pela poda de parte das árvores nas ruas. Ela é acionada quando a copa se aproxima com perigo da rede elétrica. De acordo com a Eletropaulo, estão previstas 19.280 podas neste ano em São Bernardo.

Quer fazer uma reclamação?

Moradores de São Bernardo podem solicitar serviços pelo aplicativo ou site do VcSBC, pelo telefone 0800 7708 156 ou pessoalmente em uma das unidades Atende Bem.

ABC As principais queixas
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo