Desaparecimento de Madeleine McCann completa 11 anos: a investigação realmente continua?

Por Victória Bravo

Hoje completam 11 anos do desaparecimento de Madeleine McCann ou Maddie, como ficou conhecida mundialmente.

A menina de três anos estava no quarto de um resort de férias em Portugal, em maio de 2007, enquanto seus pais jantavam com amigos em um restaurante nas proximidades.

Ela foi deixada sozinha dormindo com seus irmãos gêmeos mais jovens e desapareceu sem deixar rastros.

Recentemente, o governo britânico aprovou uma nova concessão em dinheiro para o fundo de busca Madeleine McCann, em uma operação chamada "Operation Grange". Contudo, a quantia foi mantida em segredo em meio a temores de uma reação pública.

As buscas realmente continuam?

Maddie Reprodução / NACHO DOCE / REUTERS

Apesar da polícia Scotland Yard de Londres solicitar o financiamento para continuar as buscas, estimado em £ 150,000, o aumento de crimes violentos em toda a capital colocou a operação em xeque.

Segundo o The Sun, o Secretário do Interior, Amber Rudd, bloqueou o montante atribuído para a Operação Grange, o que seria comprovado depois que um documento vazou de seu departamento no início de abril.

O corte foi feito devido a um aumento de esfaqueamentos, tiroteios e ataques com ácido na região. Ainda assim, um porta-voz do Ministério do Interior esclareceu que as buscas continuam:

“Não estamos publicando o número solicitado pela Polícia Metropolitana e o valor dado neste momento. Há muita sensibilidade em torno deste caso e é um momento desafiador para o governo.

Continuamos comprometidos com a investigação sobre o desaparecimento de Madeleine e informamos ao MPS no mês passado que um pedido de fundos para Subsídios Especiais está sendo concedido”, disse o comunicado.

Atualmente, a polícia se recusa a revelar qual a "linha final de investigação" e se há prisões iminentes.

Os pais acreditam que Madeleine, agora com 14 anos – quase 15 anos -, ainda pode estar viva.

Maddie Reprodução / ANDREW WINNING REUTERS
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo