Emissão de cartão especial para idosos e deficientes físicos lota DSV

Pedidos de autorização para idosos e deficientes aumentam 166% e elevam prazo para que outros serviços sejam prestados pelo departamento

Por Bruna Barone - Bandnews Fm e Metro

A emissão do documento que autoriza estacionar em vagas especiais para idosos e deficientes físicos em locais privados, como shoppings e supermercados, tem sobrecarregado o departamento de trânsito de São Paulo e aumentado o prazo para todos os serviços prestados.

O DSV (Departamento de Operações do Sistema Viário) afirma que desde o início da fiscalização nos estacionamentos, o número médio de pedidos diários de cartões de estacionamento do tipo passou de 300 para 1,3 mil –um aumento de 166%.

Com isso, motoristas que buscam outros serviços, como a isenção do rodízio municipal, reclamam da demora da atualização do benefício.

A atualização do cadastro de isenção do rodízio para deficientes físicos tem, na teoria, prazo é de 30 dias, mas, na prática, motoristas têm esperado cinco meses pela atualização do cadastro depois da troca de veículo –o psicólogo Paulo Cirillo relatou que foi esse o prazo que ele esperou para obter o serviço.

Para tentar diminuir a espera, o departamento iniciou plantões todos os sábados na unidade de Pinheiros, na zona oeste.

Fiscalização

Mais de 1,4 mil motoristas foram multados desde setembro do ano passado por estacionar nas vagas reservadas em locais particulares. As blitze e fiscalizações são feitas somente em locais que já estão com a sinalização aprovada pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) –e mais de 80 estão aptos a isso.

A multa para quem desrespeitar essa regra é de R$ 293,47, e a infração dá sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Um dado é importante: não é necessário que o motorista do veículo seja a pessoa com direito a usar a vaga. Ela pode ser passageira, desde que tenha a autorização e ela esteja colocada de maneira visível.    

Em nota, o DSV afirmou que os plantões não são de atendimento presencial à população e que realiza mutirões aos sábados.

Veja íntegra da nota abaixo:

"O Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) esclarece que os “plantões” citados na matéria sobre o Cartão de Estacionamento para Idoso e Isenção de Rodízio Municipal de Veículos para Pessoa com Deficiência, veiculada na Rádio Band News e publicada no jornal Metro, não são plantões de atendimento presencial à população.

O DSV reforça que trata-se, na verdade, de mutirões realizados aos sábados, inclusive com colaboradores de outras Unidades para tratar a demanda represada, acumulada durante a semana. Ou seja, não há atendimento ao público aos sábados, mas sim, um trabalho interno do órgão para agilizar a análise das solicitações.

O DSV reafirma que já tomou diversas medidas para dar celeridade às solicitações e renovações de Autorizações Especiais."

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo