Vacina contra dengue está perto de ser uma realidade, mas falta verba

Por Metro Jornal

Pesquisadores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) estão desenvolvendo a primeira vacina do mundo contra o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika,chikungunya e febre amarela.

O coordenador da pesquisa, professor Rodolfo Giunchetti, explicou ao portal de notícias G1 como funcionará a vacina:

“O indivíduo imunizado funciona como um ‘veneno’, afetando o organismo do Aedes aegypti, diminuindo gradativamente sua população e reduzindo a incidência das doenças transmitidas por ele. O estudo demonstrou que é possível reduzir até 60% dos mosquitos a cada geração”, disse.

Após quatro anos de pesquisa, a vacina está pronta para testes em macacos. O problema, explica o coordenador, é que não há verba.

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo