Quem for se vacinar contra a gripe em SP vai ser abordado sobre febre amarela

Por Metro Jornal

Quem for se vacinar contra a gripe ou levar pessoas para tomar a dose num dos 467 pontos em que ela é aplicada na cidade de São Paulo será abordado para saber se já está imunizado contra a febre amarela. A ideia é aproveitar a campanha já conhecida e com boa adesão para aumentar a vacinação que ainda precisa ser reforçada.

“Os agentes vão abordar as pessoas que forem aos postos e verificar se estão dentro das condições de serem vacinados contra a febre amarela, se tomaram a dose e oferecer caso não tenham feito ainda”, disse a  gerente do Programa Municipal de Imunizações da secretaria, Maria Lígia Nerger.   A meta da secretaria é imunizar 95% da população até 30 de maio.

Como boa parte do público-alvo da campanha da dose contra o influenza está no grupo de restrição da vacina contra febre amarela – como idosos, gestantes, bebês e pessoas com comorbidades –, será verificada a condição desses pacientes. Seus acompanhantes, por outro lado, podem ser abordados.

Além da dose contra a febre amarela, Maria Lígia disse que os agentes vão oferecer a vacina contra sarampo, caxumba e rubéola para crianças com menos de 5 anos que estiverem com a dose em atraso.

Nesta semana, a vacina estará disponível para pessoas com 60 anos ou mais, indígenas e profissionais da saúde. No dia 2 de maio, também passam a poder tomar a dose contra a gripe gestantes, crianças de 6 meses a menos de 5 anos e puérperas.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo