Mais uma vez, vidros da Raia Olímpica da USP amanhecem quebrados

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

Pela terceira vez, os vidros da Raia Olímpica da USP amanheceram estilhaçados nesta terça-feira (24). Foram três placas danificadas, uma distante da outra.

No dia 18 desse mês, menos de 15 dias após a entrega da obra, duas lâminas foram trocadas pelo mesmo motivo. Na sexta-feira (20), outras três também foram quebradas.

Inicialmente, a hipótese apontada era de vândalos que teriam quebrado os painéis.

No entanto, em entrevista coletiva no último final de semana, o prefeito de São Paulo não descartou a possibilidade de que problemas estruturais na implantação do vidro tenham provocado a quebra dos painéis.

Bruno Covas afirmou que equipes vão investigar se há falha de execução na obra.  Está marcada para esta semana uma reunião para discutir o assunto na prefeitura.

Procurada nesta manhã, a Prefeitura de São Paulo informou que "repudia os atos de vandalismo contra o muro de vidro da USP, uma obra da universidade custeada pela iniciativa privada em benefício da cidade. Para colaborar com a segurança do local, a Prefeitura fará um convênio com a USP para que a Guarda Civil Metropolitana possa patrulhar a área".

Quando a nova Raia Olímpica da USP estiver finalizada serão instaladas câmeras de segurança para a vigilância nos dois quilômetros de extensão da estrutura.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo