Tríplex atribuído a Lula ainda não teve nenhum lance em leilão

Por Metro Jornal

Apesar de já estar aberto para lances há mais de um mês, desde o dia 15 de março, o leilão do tríplex do Guarujá (SP) que levou à condenação – e à prisão – de Lula ainda não teve nenhuma oferta.

O lance inicial para o imóvel é de R$ 2,2 milhões e, apenas para visitá-lo, o interessado deve depositar R$ 1 mil de caução. Mas até segunda-feira, segundo a empresa que conduz  a concorrência, ninguém havia visitado o local.

Ontem o apartamento foi ocupado por quatro horas pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto). Cerca de 50 militantes invadiram o local, incluindo o líder do movimento, Guilherme Boulos (PSOL), pré-candidato à Presidência da República.

Segundo Boulos, o grupo aceitou deixar a cobertura após a PM afirmar que os manifestantes seriam presos se continuassem no local. “Se o tríplex é do Lula, é do povo. Se não é, por que ele está preso?”, questionou Boulos.

Os lances para o imóvel podem ser feitos pela internet até o dia 15 de maio, pelo site (www.marangonileiloes.com.br) e as visitas são marcadas por e-mail ([email protected]). Se não houver oferta no prazo, uma segunda rodada deverá ser marcada com os lances pela metade do valor.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo