Taxistas se queixam de app da Prefeitura de SP: 'ninguém conhece'

Por Metro Jornal

Para tentar amenizar os problemas entre motoristas de táxi e de aplicativos, a Prefeitura de São Paulo criou um app específico para os taxistas da capital. O SPTáxi foi lançado no início deste mês e vários condutores já estão utilizando a novidade.

Contudo, os passageiros desconhecem completamente o aplicativo. "O SPTáxi precisa de uma propaganda melhor para o público saber do que se trata, porque eu pego vários passageiros e eu que tenho que explicar o que é esse aplicativo e como funciona", afirma o taxista Edno Bezerra.

Leia mais:
Uber reduziu mais da metade das corridas de aplicativos de táxi, diz pesquisa
App de táxi lançado na capital pode ser utilizado na Grande São Paulo

O app funciona de forma semelhante aos concorrentes 99, Easy e Wappa: a partir do endereço escolhido, o aplicativo mostra uma estimativa de quanto vai custar a corrida. Contudo, o valor final a ser pago é o que constar no taxímetro. E assim como nos outros apps, também dá para pagar com dinheiro, cartão de crédito e débito.

SPTáxi Reprodução/Google Play

Descontos

Como é um app da Prefeitura de São Paulo, os taxistas não precisam pagar nenhuma taxa para utilizar. Além disso, quem determina quanto será o desconto é o próprio motorista.

"Depois que a galera começar a usar, vai ser legal. Porque cerca de 15% do valor de cada corrida é para pagar o alvará. Daí, oferecer 10% de desconto para o cliente é legal, mas 30%, por exemplo, já é demais, porque você acaba perdendo metade da grana na corrida", explica o motorista Reinaldo Santana.

Problemas do app

Um dos problemas que mais incomodam os taxistas é que o SPTáxi só funciona em celulares com o sistema Android até agora. "A falha que eles tiveram foi lançar o aplicativo sem estar disponível para iOS, sendo que a maioria das pessoas [que utilizam o táxi] usam iPhone", opina o taxista Edenildo Silva Jr.

"Eu falo para os clientes sobre o app, mas na maioria das vezes eles tem iPhone e não Android. Isso é um problema, porque não tem como usarem", concorda Edno Bezerra.

O motorista Robson Lima já fez algumas corridas pelo SPTáxi, mas aponta outros problemas. "Faltam alguns ajustes, como a comunicação entre motorista e cliente, ajustar o uso de voucher e o cálculo das corridas, que o app não consegue calcular na hora de dar o desconto", aponta.

Outro lado

Em nota, a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia informou que o desenvolvimento da versão IOs do aplicativo, para Iphones, está em curso. A previsão é na primeira quinzena de maio.

"Quanto à dificuldade de aplicação do desconto via aplicativo, deve haver, até o final do mês de abril, um considerável aprimoramento da interface que permitirá melhor visualização da tela e das ferramentas de aplicação do desconto e posterior cobrança, tornando o SPTaxi ainda mais amigável para seus usuários.

A comunicação entre passageiro e motorista deve ser facilitada a partir dos próximos upgrades do aplicativo. Haverá um sistema de troca de mensagens diretas, em tempo real, entre ambas as partes, agilizando o diálogo".

A secretaria informou ainda que está sendo montado um grupo de trabalho com taxistas, que participarão da indicação de aperfeiçoamentos necessários e de sugestões para seu melhor rendimento. "Em breve será possível, por exemplo, o passageiro fazer o pagamento das corridas via cartão de crédito pelo aplicativo, assim como acionar o módulo corporativo, para contratação das viagens dos colaboradores de uma empresa por sistema de cobrança customizado", esclareceu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo